Banner

Faça um gatil na sua casaComo fazer cadeirinha de rodasAdaptando seu apartamentoFaça uma coleira com identificadorFaça uma fonte de água para gatosTranformando monitor velho em casaFaça brinquedos para gatosCama feita com calçaCama feita com moletonFaça um comedouro de garrafa petPlante graminha para gatos

24.3.14

Projeto pedagógico cria gatil em escola em Portugal


A instituição Agrupamento de Escolas Santos Simões inovou com um projeto pedagógico louvável: o GATIL SIMÃOZINHO - cada criança e sua família pode, de livre e espontânea vontade, apadrinhar um gato e ajudar a manter o gatil. O projeto ensina as crianças a desde cedo desenvolverem o respeito e o amor à vida, aos animais e à natureza. 

10 objetivos foram elencados nesse projeto:

1.    Educar para a cidadania e o respeito por todos os seres vivos, formando, através deste projeto, melhores alunos e cidadãos;
2.    Motivar os alunos para o problema cívico e sanitário que constitui o abandono dos animais; 
3.    Dar um contributo à cidade, colaborando com os Serviços Municipais na recolha destes animais errantes que deambulam por entre diversos edifícios abandonados da cidade. 
4.    Responsabilizar e integrar os alunos num projeto contínuo da comunidade escolar; 
5.    Criar na Escola um espaço de convívio saudável entre alunos e animais, onde estes podem relaxar e socializar, recorrendo a ele como um escape para o stress da sua vida diária;
6.    Incutir nos mais novos, valores incontornáveis para a sua formação cívica e pessoal como o respeito pelos animais, pelo seu habitat e pela vida e Natureza em geral; 
7.    Criar nos alunos a responsabilidade inerente ao convívio com um animal, despertando-lhes a atenção para as suas necessidades e cuidados de higiene a ter no contacto com animais. 
8.    Atribuir ao aluno um papel de cuidador ativo no tratamento, alimentação e necessidades de um outro ser, que depende inteiramente dele para uma existência saudável; 
9.    Despertar nos alunos que já possuem um animal nas suas casas uma consciência para os problemas de saúde mais frequentes no animal e para a importância deste ser devidamente acompanhado por um veterinário na prevenção de doenças que podem afetar ambos; 
10. Proporcionar aos alunos um contacto mais direto com os gatos, sobretudo aqueles que não podem ter em casa, podendo aqui apadrinhá-los e cuidar deles; 

A ideia do gatil surgiu em 2008 pela iniciativa de 3 professoras que mobilizaram os alunos a angariar verba através de campanhas. Desde então o gatil tem sido mantido com doações e ajuda de voluntários que são os próprios alunos e seus familiares, professores e funcionários da escola que ajudam em atividades como limpeza e dedetização por exemplo. Os animais foram retirados de pontos onde haviam colônias na cidade de Guimarães. Todos passam por atendimento médico veterinário, são castrados e vermifugados.
O gatil é todo fechado por uma tela de arame e conta com uma área coberta e uma área aberta. A área aberta é onde ficam as caminhas, estantes, caixas sanitárias e armários para ração e medicamentos. Na área aberta tem casinhas, arranhadores e brinquedos. 
Segundo o site da escola o Gatil Simãozinho conta atualmente com 30 gatos (isso sem contar os que já foram adotados por alunos e professores :) ).




Professoras mentoras do projeto:
Natália Ferreira,  Isabel Sánchez e Stephanie Mota
Vejam aqui a reportagem feita por um canal de TV português sobre o gatil:

video

2 comentários:

  1. adorei parabens https://www.facebook.com/patinhafeliz.petsitter

    ResponderExcluir
  2. Adorei! Queria que essa iniciativa se espalhasse por outros países tb :)

    ResponderExcluir